segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

AVAS e ACS aceitam a proposta do Governo de Parcelamento até Junho dos atrasados, mas mantém Estado de Greve!

Na manhã dessa Segunda-feira (19) a diretoria do SINDIVACS-DF, realizou nova Assembleia Geral em frente à sede da secretaria de saúde (SES-DF), com os profissionais de Saúde AVAS e ACS, onde foi exposto a proposta de Parcelamento dos Valores atrasados de férias e 13° salário para a categoria.


Após expor as propostas do governo, os AVAS e ACS decidiram aceitar a proposta de Parcelamento do GDF, desde que não haja parcelamento diferenciado a nenhuma outra categoria, mas se mantiveram em ‘Estado de Greve.
2015-01-19_12-12-03_8032015-01-19_11-50-37_1992015-01-19_11-25-53_2362015-01-19_12-11-48_722015-01-19_11-25-18_413
Pela proposta do GDF o pagamento das Horas-Extras e Férias será feita nos últimos dias úteis nos meses de Janeiro, Fevereiro e Março e os resíduos de 13° salário em Abril, Maio e Junho.
Os Dias de Assembleia foram abonados.
O SINDIVACS-DF junto com alguns AVAS e ACS foram recebidos na mesa de negociação do Sus-DF, onde foram debatidos alguns pontos da pauta de negociação.
Veja abaixo alguns encaminhamentos:
  • Continuidade do Pagamento do Incentivo aos AVAS e ACS ( A SES-DF encaminhará documento ao comitê de Governança, solicitando autorização para negociar o pagamento do Incentivo);
  • Curso Técnico de 1.200 Horas para AVAS E ACS ( A SES-DF montará grupo de trabalho com prazo de 60 dias, com a Participação do SINDIVACS-DF e Trabalhadores, para dar celeridade no andamento do curso);
  • Regulamentação da Indenização de Transporte ( A SES-DF solicitara a antiga SEAP-DF, informações para encaminhamento);
  • Reconhecimento do Período de celetista para efeito de Licença- Premio ( O SINDIVACS-DF solicitou que o governador do DF reconheça este período)
Nesse sentido o ‘Estado de Greve’ fica mantido até a próxima reunião com a SES-DF, que já ficou está pré-agendada para 04/02/2015, daqui duas semanas.
Somente após essa reunião a categoria se reunirá em nova assembleia para decretar o fim ou não do Estado de Greve.
Veja abaixo Proposta do GDF:
20150115_185720

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Assembleia Geral Extraordinária dia 19/01/2015, às 10H na sede da SES-DF, para avaliar a proposta do GDF.

O SINDIVACS-DF convoca todos AVAS e ACS, para Assembleia Geral Extraordinária dia 19/01/2015, às 10H na sede da SES-DF, para avaliar a proposta do GDF. ( Lembrando que o ponto da Assembleia está liberado, aos que forem e assinarem a lista de presença).

assembleia

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

GDF propõe parcelar até junho benefícios atrasados de servidores

GDF propõe parcelar até junho benefícios atrasados de servidores

Primeira proposta era para quitar dívida até outubro, mas governo recuou.
Pela primeira proposta, tudo seria pago até outubro de 2015. As férias seriam pagas em três parcelas, sempre no último dia útil do mês, já a partir de janeiro. O 13º salário e a gratificação de Natal também seriam pagos em três vezes. As parcelas seriam depositadas nas contas dos servidores no último dia útil de abril, maio e junho.
Inicialmente, o governo propôs pagar as horas-extras somente dos servidores da Saúde em duas vezes: no último dia útil de julho e no último dia útil de agosto. Os resíduos de pagamentos a todos os servidores, como diferenças de 13º salário, de férias e de licença indenizada, seriam pagas em duas parcelas. A primeira para o último dia útil de setembro e a segunda para o de outubro.
20150115_163357
Contraproposta
A mudança no discurso do GDF mudou depois que representantes dos sindicatos ligados à Saúde apresentaram uma contraproposta. As entidades pediram que o 13º salário e as férias fossem pagos em janeiro e fevereiro, tanto para profissionais da área quanto para os da Educação, e que as horas extras e os resíduos fossem parcelados de janeiro a junho.
Pela proposta dos sindicatos, os pagamentos atrasados deveriam ser realizados em uma folha complementar a fim de que os montantes não batam no teto constitucional e não incorram adicionalmente no imposto de renda.
Os sindicatos ainda pediram que parcelas futuras dos benefícios atrasados tenham a mesma correção monetária de taxas de juros de empréstimos e cheques especiais do Banco de Brasília (BRB). As entidades também pediram que a gratificação de insalubridade dos servidores da Saúde não seja mais descontada durante as férias ou em caso de licença.
20150115_165605

Após analisar a contraproposta dos sindicatos, o Buriti propôs que as horas extras da Saúde e as férias de todos os servidores sejam pagos no último dia útil de janeiro, fevereiro e março. Nos de abril, maio e junho, seriam pagos os 13º salários, as gratificações natalícias e os resíduos. Todas as parcelas seriam corrigidas com o índice da poupança. O BRB adotaria uma taxa de juros menor para as antecipações do 13º (veja foto abaixo).
O  governo disse que as propostas são condicionadas ao fim de todas as greves e sem anúncios de novas paralisações. O GDF se comprometeu a não cortar os dias não trabalhados dos grevistas, mas quer conversar com os sindicatos para melhorar a convivência daqui para frente, segundo o chefe da Casa Civil do DF, Hélio Doyle.
20150115_185720
Todos os sindicatos que representam trabalhadores da Saúde devem levar a discussão em assembleia para saber se a categoria aprova a decisão do GDF.
Ainda durante a reunião foi abordado sobre o pagamento do atrasado do Incentivo de Produtividade aos AVAS e ACS, o qual resultou no compromisso da SES-DF em resolver a questão. Ficou marcado uma reunião entre SINDIVACS-DF e SES-DF para amanhã dia 16/01/2014, para sanar a questão.
Diante de todos este fatos o SINDIVACS-DF convoca todos AVAS e ACS, para Assembleia Geral Extraordinária dia 19/01/2015, às 10H na sede da SES-DF, para avaliar a proposta do GDF. ( Lembrando que o ponto da Assembleia está liberado, aos que forem e assinarem a lista de presença)
20150115_16232320150115_16321020150115_16323720150115_171418

GDF anuncia parcelamento na data do depósito dos salários dos servidores


GDF anuncia parcelamento na data do depósito dos salários dos servidores

A mudança no pagamento é anunciada nesta manhã, no Palácio do Buriti. A partir de agora, salários serão depositados de forma parcelada

 Na manhã desta quinta-feira (15/1) o Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou, em coletiva no Palácio do Buriti, mudança na data do pagamento dos servidores do GDF. Na gestão anterior, os salários eram depositados no último dia útil do mês de exercício, exceto para servidores da saúde, educação e da segurança pública. E esses últimos recebiam no 5º dia útil do mês de exercício. Agora, a proposta do Executivo é de um parcelamento.
Todos os servidores que recebem até o limite de R$ 9 mil líquidos terão o pagamento depositado até o 5º dia útil do mês (70% ou 118 mil servidores). Aqueles que recebem valores acima de R$ 9 mil e até R$ 11 mil, terão a diferença de R$ 2 mil depositada no dia 15, com isso, chega-se ao número de 144 mil funcionários, ou 87%.
Os que recebem acima de R$ 11 mil e até R$ 16 mil, terão R$ 5 mil depositados até o dia 24, daí se chega a 94% da folha, ou 157 mil trabalhadores. Aqueles que recebem acima de R$ 16 mil, terão a diferença que falta depositada até o último dia útil do mês (167 mil pessoas). Os valores de referência sempre são líquidos e os descontos obrigatórios serão considerados na parcela seguinte.s.
GDF/Divulgação
Tabela com cronograma de pagamento
O parcelamento não irá acontecer para servidores da Polícia Civil, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Os salários continuam a ser pagos no 5º dia útil. De acordo com o secretário de Fazenda, Leonardo Colombini, a mudança ocorrerá até que o governo consiga equilibrar as contas.
Durante a tarde, o GDF irá apresentar proposta com o cronograma para o pagamento dos atrasados.
nova data

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Sindicatos da Saúde realizam Ato Unificado

Sindicatos da Saúde realizaram hoje (14) um grande ato, em frente ao Palácio do Buriti, para  protestar contra os pagamentos em atraso. As entidades sindicais da saúde garantiram que a partir de agora a mobilização está unificada.

Para Aldemir Domicio, presidente do Sindivacs. ““Todas as categorias da Saúde falam uma só voz agora, portanto nenhum sindicato poderá negociar separadamente”.
Participaram do ato os sindicatos dos Agentes de Saúde (Sindivacs),  Médicos (SindMédico),  SindSaúde, Enfermeiros (SEDF), Odontólogos ( SODF)  e dos Técnicos e auxiliares de enfermagem (Sindate).
Ao final da mobilização, os servidores interditaram duas faixas do Eixo Monumental seguindo em passeata até o Estádio Mané Garrincha, onde cantaram o Hino Nacional de costas para o complexo.
Amanhã dia 15/01/2015, haverá nova reunião com o governador do Distrito Federal,  com todas as Entidades acima citadas.
1

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Atenção AVAS E ACS ! Amanhã dia 14 às 10H no Praça do Palácio do Buriti, Ato Unificado dos Servidores da Secretaria de Saúde do Distrito Federal !

Atenção AVAS E ACS ! Amanhã dia 14  às 10H no Praça do Palácio do Buriti, Ato Unificado dos Servidores da Secretaria de Saúde do Distrito Federal !

sindivacs

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

GOVERNADOR RODRIGO ROLLEMBERG RECEBE ENTIDADES SINDICAIS PARA REUNIÃO


A Diretoria do Sindicato dos Agentes de Vigilância Ambiental em Saúde e Agentes Comunitários de Saúde do Distrito Federal ( SINDIVACS-DF) se reuniu na manhã desta segunda-feira (12) com o governador do DF, Rodrigo Rollemberg, para tratar dos pagamentos em atraso de resíduos salariais e de 13º Salários dos trabalhadores que aniversariaram em Dezembro, bem como de Férias e pagamento da parcela da Bonificação de R$ 200,00 aos AVAS e ACS.


Na reunião estiveram presentes ainda o Chefe da Casa Civil do DF, Hélio Doyle, o Secretário de Estado de Relações Institucionais (SERI), Marcos Dantas, o Secretário da SES-DF, João Batista. Na ocasião Rollemberg expôs o difícil cenário econômico do DF e pediu a compreensão dos servidores e dos sindicatos em relação à crise estabelecida por causa do déficit, deixado pelo seu antecessor, Agnelo Queiroz (PT) e logo após escutou todos os representantes sindicais presentes.
Na ocasião o presidente do SINDIVACS, Aldemir Domicio, destacou a importância de realizar a quitação dos débitos junto a servidores da saúde e reestabelecer a normalidade no serviço de Saúde. O Secretário Geral Etieno Sousa reiterou as palavras do Sr. Aldemir e solicitou o pagamento imediato das férias e dos 13° Salário, a publicação do superávit da Saúde e o imediato pagamento do incentivo de produtividade.
Antes de finalizar a reunião, o Governador se comprometeu:
  • Reconhecimento da divida de 2014, evitando o exercício findo;
  • Elaboração do calendário de pagamento financeiro referente aos atrasados;
  • Redução da taxa de juros do BRB para empréstimo ao servidor público para recuperação do credito, ( o GDF informa que já reduziu a taxa de juros de 2,70 para 1,90%);
  • Pagamento da produtividade dos AVAS e ACS. ( O governador determinou que o secretário de saúde que recebesse o SINDIVACS  e discutisse sobre o pagamento dos valores em atraso;
  • Horas extras de janeiro serão pagas em  março, (sempre 60 dias após a sua realização);
  • Próxima reunião Quinta-feira dia 15/01/2014.
              *Estaremos reunidos ainda hoje com secretario de saúde Dr. João Batista.
IMG-20150112-WA0009IMG-20150112-WA0005IMG-20150112-WA0029IMG-20150112-WA0013IMG-20150112-WA0004IMG-20150112-WA0016